Posts

Fluido refrigerante Freon 410A Nova embalagem do fluorquímico também está sendo introduzido no México e na Argentina, informa indústria química americana | Foto: Divulgação

 

 

A Chemours está introduzindo no mercado latino-americano o fluido refrigerante Freon 410A em cilindro descartável de 650 gramas e com válvula de segurança para evitar acidentes.
Segundo a indústria química americana, o fluorproduto já está disponível em toda a rede de distribuidores da marca no Brasil, Argentina e México.
“A nova embalagem do Freon 410A foi criada para ampliar nosso portfólio voltado ao mercado de reposição e atender os refrigeristas que não precisam da quantidade integral das tradicionais botijas de 11,35 quilos, ou ainda para facilitar o transporte e manuseio do produto durante serviços de manutenção e instalação de sistemas de climatização residencial e comercial”, diz o engenheiro mecânico Carlos Augusto Ribeiro, líder de vendas de fluorquímicos da subsidiária brasileira.
A substância, classificada como atóxica e não inflamável (A1) pela Associação Americana de Engenheiros de Aquecimento, Refrigeração e Ar Condicionado (Ashrae, na sigla em inglês), é uma mistura binária composta pelos hidrofluorcarbonos (HFCs) R-125 (50%) e R-32 (50%), desenvolvida para substituir hidroclorofluorcarbono (HCFC) R-22 em novos equipamentos de média e alta temperatura de evaporação, projetados exclusivamente para trabalhar com o R-410A, principalmente condicionadores de ar.
“O lançamento do Freon 410A em cilindro menor explicita, mais uma vez, nosso compromisso de longa data com os profissionais de refrigeração e ar condicionado. Afinal de contas, somos líderes em inovação nessa indústria há 90 anos”, diz o gestor, ao salientar que o produto está sendo lançado, primeiramente, na América Latina.
“Trazer essa inovação para cá fortalece a atuação da nossa marca na região como um todo e mostra, mais uma vez, que estamos sempre atentos às demandas dos nossos clientes”, acrescenta.
Segundo a Chemours, os sistemas de ar condicionado e as bombas de calor que operam com o Freon 410A possuem desempenho até 45% superior aos similares que utilizam o R-22, fluido refrigerante que está sendo banido do mercado mundial pelo Protocolo de Montreal sobre Substâncias que Destroem a Camada de Ozônio, tratado internacional estabelecido em 1987.
A empresa ressalta que o Freon 410A é compatível apenas com lubrificantes à base de poliol éster (POE) e apresenta pressão e capacidade de refrigeração significativamente mais altas que as do R-22. Por essa razão, seu uso não é recomendado para substituição do R-22 em sistemas existentes.

 

 

Fonte: Blog do Frio

 

A Chemours lançou  na 21ª Feira Internacional de Refrigeração, Ar Condicionado, Ventilação, Aquecimento e Tratamento do Ar (Febrava), em São Paulo, o solvente industrial Opteon SF80, uma substância alternativa ao hidroclorofluorcarbono (HCFC) R-141b.

Segundo a indústria química, o produto da sua linha de fluidos refrigerantes à base de hidrofluorolefinas (HFOs) “será largamente utilizado como agente de limpeza em praticamente todos os sistemas de refrigeração e climatização”.

A Chemours destaca que, quando comparado ao R-141b, o Opteon SF80 apresenta maior poder de solvência, e impacto ambiental extremamente reduzido por possuir um baixíssimo potencial de aquecimento global (GWP, em inglês).

“O Opteon SF80 é fácil de usar e proporciona confiabilidade e segurança durante a manutenção de equipamentos, já que não é inflamável”, assegura o gerente de produtos fluorados da filial brasileira, Renato Cesquini, ao salientar que “esse fluido chega ao mercado num momento em que o R-141b terá uma redução de disponibilidade de 90,03% a partir de janeiro de 2020, conforme estabelece o Protocolo de Montreal”.

 

 

Outras novidades

A multinacional norte-americana também aproveita a principal feira latino-americana da indústria de climatização e refrigeração para mostrar aos empresários e profissionais do setor os benefícios econômicos e ambientais da sua linha de HFOs, com destaque para o Opteon XP40 (R-449A).

“Trata-se de um fluido refrigerante de baixo GWP e nenhum potencial de destruição de ozônio (ODP) que pode melhorar a eficiência energética dos sistemas de refrigeração comercial, reduzindo o gasto de energia em até 12%”, diz Cesquini, ao lembrar que ele foi desenvolvido para substituir o hidrofluorcarbono (HFC) R-404A e o hidroclorofluorcarbono (HCFC) R-22 em equipamentos novos ou existentes.

Para esse segmento, a Chemours está apresentando casos de sucesso de varejistas que adotaram essa solução. No Brasil, mais de 50 supermercados já estão utilizando Opteon XP40 em suas instalações frigoríficas. “No mundo todo, são mais de dois mil estabelecimentos, número que cresce continuamente”, revela.

Portfolio Items