Posts

  • Verifique a temperatura de entrada e de armazenagem
    Cada produto precisa de cuidados específicos para uma correta armazenagem.
    E um item importante para isso é checar sua temperatura de entrada e a temperatura de armazenagem.
    Isso evita a perda de propriedade dos produtos, além da economia de energia por exigir menos esforço do equipamento.
  • Verifique a temperatura da Câmara Frigorífica 3 vezes ao dia
    Para não correr riscos de variações de temperatura e perda de produtos, além de garantir o melhor funcionamento, verifique as condições da câmara ao menos 3 vezes ao dia.
    Caso sejam constantes as alterações ou haja inadequações, é sinal de que há erro mecânico ou de utilização do equipamento, e uma manutenção deve ser realizada.
  • Cuidados com o armazenamento no sistema de refrigeração
    O bom armazenamento dos produtos é fundamental para que o sistema atenda suas expectativas e obtenha o melhor desempenho.
    Procure utilizar estantes e estrados plásticos e deixe suas caixas bem acondicionadas e distribuídas pelo espaço.
    Nunca exceda o limite da Câmara Frigorífica ou armazene itens de forma a bloquear o evaporador, para não impedir a correta circulação do ar.
    Isso pode causar danos ao equipamento, por forçá-lo demais, além de alterar a temperatura de conservação e aumentar o consumo de energia.
  • Não deixe a porta da Câmara Frigorífica aberta
    Sua câmara deve ser aberta apenas no momento de armazenagem e retirada de produtos de seu interior ou verificação de seu funcionamento. Caso ocorra a necessidade de manuseio de produtos no interior da câmara por um longo período, evite deixar a porta totalmente aberta.
    Deixar a porta da câmara aberta, além de afetar a troca de temperatura do sistema de refrigeração, permite a entrada de umidade do ar.
    E, como consequência, facilita a formação de gelo, obrigando a parada da refrigeração para o degelo.
    Essa camada de gelo pode bloquear o evaporador e, assim, provocar maior desgaste do equipamento e consumo de energia.
  • Não obstrua a saída de ar dos evaporadores
    É importante evitar ao máximo que a saída de ar dos evaporadores seja bloqueada durante seu funcionamento. Não armazenado produtos acima da linha dos ventiladores e atrás dos evaporadores.
    Essa medida afeta o rendimento do equipamento, aumentando seu desgaste e diminui sua vida útil.
    Atente-se aos cuidados que passamos aqui para ajudar a manter a saída livre.
  • Ao sair, apague a luz
    É importante orientar os colaboradores para sempre apagarem a luz ao sair da câmara de refrigeração.
    A luz acessa, além de aumentar o consumo de energia interfere na temperatura interna do equipamento.
    Para compensar o calor gerado, o sistema aumenta sua potência para além do necessário.
  • Higienize corretamente a Câmara Frigorífica
    Para a correta higienização, basta um pano úmido e sabão neutro.
    Evite produtos à base de cloro, pois podem causar oxidação no alumínio e no inox.
    E também não é indicado utilizar jatos de água, que podem causar problemas de bloqueio na serpentina do evaporador, infiltração no piso, dentre outros.
  • Manutenção preventiva
    Verifique sempre esses fatores citados acima e, além disso, se os equipamentos estão funcionando corretamente, se não há vazamentos ou outros defeitos.
    É importante também checar as condições da câmara, se as portas estão bem vedadas, se o sistema elétrico está de acordo, se os fios estão bem encapados etc.
    Se houver a necessidade, chame a JETSERVICE para realizar a manutenção corretiva do seu equipamento.
    Com esses procedimentos, você garante o menor consumo de energia e maior vida útil de seus equipamentos.

Câmara Frigorífica – Venda e Instalação

Painéis em EPS ( Isopor ) e Poliuretano

MELHOR PREÇO DO MERCADO!

Entre em contato para maiores informações!

TÚNEL CONGELADO RÁPIDO / ULTRA CONGELADORES

A forma construtiva de um túnel de congelamento rápido visa obter um grande fluxo de ar intenso e de baixa temperatura diretamente sobre os produtos a serem congelados, de modo que muitas trocas térmicas ocorram em pouco tempo. O segredo esta na ventilação interna do túnel diretamente no produto ,  e os equipamentos de refrigeração correspondentes, para manter a baixa temperatura desse ar circulante. Este recurso não é encontrado em câmaras de armazenamento congeladas, que geralmente são apenas destinadas a manter a temperatura de produtos que já estavam congelados quando armazenados lá. Então, para um túnel de congelamento rápido, também há necessidade de equipamentos robustos, desde compressores, condensadores até evaporadores e refrigeradores de grande capacidade.

Sem esquecer a parte elétrica que será o fornecedor de toda essa energia.

Uma vez que é um equipamento especial, deve-se ter cuidado para garantir que o design rápido do túnel de congelamento contemple todas as variáveis ​​envolvidas. É necessário escolher uma empresa com experiência na área e que possui tecnologia moderna para obter o melhor retorno do capital investido.

Tunel de congelamento rápido x Alimento adequado ao consumo :Quanto mais rápido for o processo de congelamento, além de preservar as qualidades do produto, menor será a proliferação de bactérias
e maior sua vida útil.

Tunel de congelamento rapido x Eficiencia : O processo de mudança de resfriados para congelados deve ser feito no menor tempo possível para preservar o sabor, cor e textura que serão conservados na câmara de congelados.

Tunel de congelamento rapido x Produtos com mais qualidades :O Congelamento Rápido permite que este processo ocorra no menor tempo possível para que o seu produto não sofra alterações em suas propriedades fundamentais (cor, sabor e textura) e continue com sua qualidade inicial preservada

 

Fluidos Refrigerantes mais indicados na fabricação de tuneis de congelamento rapido : Co2 , 404 e suva 507.

 

Para resistir à corrosão, câmara frigorífica, nórias e gancheiras utilizadas por empresas do setor alimentício recebem uma camada de galvanização a quente no momento em que são produzidas. O problema é que com o passar do tempo, os metais perdem parcialmente esta camada protetora e ficam vulneráveis à ferrugem, já que na maioria dos casos não podem ser desmontados e transportados para um novo banho de galvanização a quente – que exige uma infraestrutura com temperatura acima de 450°C para a fusão do zinco.

De acordo com a fabricante de especialidades químicas Quimatic Tapmatic, a solução para estes momentos é a galvanização a frio, que além de não exigir mão de obra especializada, é fácil de aplicar com pincel, rolo ou lata aerossol.

“A galvanização a frio oferece a mesma proteção que a galvanização a quente, com a vantagem de permitir retoques ou proteção total no próprio local em que a estrutura metálica se encontra, ou seja, sem perda de tempo com desmontagem e locomoção das peças”, explica Marcos Pacheco, químico Sênior da Quimatic Tapmatic.

Segundo o profissional, da mesma forma que a galvanização a quente, a camada protetora da galvanização a frio resiste a temperaturas extremas de frio e calor.

Para garantir praticidade e alta qualidade na galvanização a frio, a Quimatic Tapmatic disponibiliza o CRZ. Ideal para aplicação em pontos de solda e todas as estruturas de ferro e aço que necessitam de extrema proteção anticorrosiva por estarem ao ar livre, enterradas ou submersas, o produto forma uma camada protetora que penetra na porosidade da superfície metálica, aumentando ainda mais a resistência à corrosão.

CRZ possui elevado índice de metal galvânico em sua composição (86%), resiste a temperaturas de -50°C a 250°C contínuos com picos de até 400°C e foi aprovado em teste de mais de 1.200 horas em câmara de névoa salina (salt-spray). A adesão ao metal é intensificada pela tecnologia “Lectrol”, exclusiva da Quimatic Tapmatic, que ativa a proteção catódica contra a ferrugem.

O produto está disponível em embalagens metálicas de 225 ml, 900 ml, 3,6 litros, 18 litros e latas em aerossol de 300 ml. Para mais informações sobre a solução da Quimatic Tapmatic para a galvanização a frio.

Via Segs

 

Portfolio Items