Chemours Discovery Hub | Foto: Divulgação Indústria química abre oficialmente sua nova instalação de pesquisa e desenvolvimento de US$ 150 milhões e 30 mil m² na Universidade de Delaware | Foto: Divulgação

O novo centro de inovação da Chemours, localizado no campus de ciência, tecnologia e pesquisa avançada (STAR) da Universidade de Delaware, nos EUA, acaba de ser oficialmente inaugurado.
Segundo a indústria química americana, a instalação abriga mais de 300 dos principais pesquisadores e cientistas da empresa e concentra a maioria dos esforços das suas áreas de fluoroprodutos, soluções químicas e tecnologias de titânio em um único local.
Conhecido como Discovery Hub, o centro avançado de inovação possui mais de 130 laboratórios individuais e servirá para aprofundar a parceria da Chemours com a Universidade de Delaware.
A empresa destaca que realizará experimentos com professores e alunos da instituição de ensino superior para desenvolver novas aplicações para seus produtos. Além disso, a Chemours usará a instalação para atrair e recrutar estagiários, cooperativas e funcionários em potencial.
“Isso é muito mais do que um laboratório de pesquisa e desenvolvimento (P&D). Trata-se de um investimento da nossa empresa em mentes jovens com potencial para mudar o mundo para melhor”, declarou o presidente e CEO da Chemours, Mark Vergnano.
Segundo o comunicado distribuído à imprensa, o Chemours Discovery Hub é considerado um dos maiores centros de P&D do estado de Delaware e uma das maiores instalações do gênero da indústria.
Alguns dos principais produtos da empresa foram usados na construção do edifício, como os fluidos refrigerantes e o agente expansor de espumas da linha Opteon, composta por fluorquímicos à base de hidrofluorolefinas (HFOs), substâncias de baixo potencial de aquecimento global (GWP, na sigla em inglês).