Por que eu preciso de um ar-condicionado novo?

Conforto e qualidade de vida

Sim, parece algo superficial, mas o conforto é essencial para a execução de tarefas e para que possamos nos sentir bem tocando as nossas vidas. Somos mais felizes se nos sentimos confortáveis, e a temperatura tem tudo a ver com isso. Calor e frio são fatores estressantes, várias pesquisas já mostraram isso, e os condicionadores de ar modernos atendem a ambos os problemas, já que existem os modelos Frio e os modelos Quente/Frio – também conhecidos com Ciclo Reverso.

Empresas que valorizam e investem na produtividade dos seus funcionários, sempre se preocupam primeiro com o ar-condicionado do ambiente de trabalho. Em casa é a mesma coisa.

O brasileiro precisa perder essa ideia de que conforto é um luxo, pois não é. Hoje a tecnologia nos permite tonar a vida bem mais fácil, então porque ela deveria ficar restrita só a uma parcela da população? Um ar-condicionado deixa a casa mais confortável para quem precisa estudar, para quem precisa cuidar do lar e das crianças, para quem trabalha e estuda o dia inteiro fora e precisa descansar e dormir com tranquilidade no tempo disponível.

Nunca subestime o poder do bem-estar, e nunca pense que você não merece isso. Num mundo justo, todos têm que poder ter acesso à comida, tecnologia, saúde, cultura e, obviamente, conforto.

Insetos e alergias

O ar-condicionado renova o ar interior e mantém a sua qualidade – isso, claro, se a limpeza e A manutenção corretas forem aplicadas no aparelho. Dessa forma, fica bem mais difícil para os insetos incomodarem, especialmente os mosquitos, um grande problema do verão brasileiro.

Para quem tem alergias, o ar-condicionado também é uma benção. Esqueça essa balela de que esses aparelhos fazem mal para a rinite ou ajudam a piorar a gripe. O que falta a muitas pessoas é o cuidado e a limpeza desses equipamentos. Claro que, se alguém estiver gripado em um ambiente fechado, vai ser mais fácil a transmissão do vírus, mas isso pode acontecer em qualquer outra situação semelhante.

Quanto à Rinite, basta se atentar à manutenção dos filtros e às trocas quando necessárias. São as partículas de sujeira e as bactérias acumuladas ali que podem causar reações alérgicas.

Evite umidade e mofo

É sabido por aí que o ar-condicionado retira bastante da umidade do ar. Isso é um processo natural do seu funcionamento que pode ser compensando com a função de umidificar, ou até que aparelhos umidificadores separados.

Porém, em locais onde a alta concentração de partículas de água no ar é um problema, o que é uma regra quase que geral do território brasileiro, um ar-condicionado pode ser muito útil para evitar a sensação de respiração densa e até a formação de mofo e outros fungos e bactérias, especialmente no inverno – e isso que muita gente subestima o uso do aparelho nas estações mais frias.

Por que eu preciso trocar de ar-condicionado?

Se você já tem um ar-condicionado, então já sabe porque é importante ter um desses em casa. Porém, pode estar pensando em adquirir um novo, porque o seu já está velho. Daí vem a pergunta: eu devo? Vamos te dar alguns motivos para pensar nessa compra também.

Economia de energia

Modelos mais antigos tendem a não ser tão econômicos. A cada nova geração, os eletrodomésticos atendem às demandas de eficiência energética e adotam tecnologias que os ajudam a ser bem mais economicos. Um bom exemplo são os Inverter, novo tipo de motor que evita desperdícios de energia e ainda regula o trabalho interno dos equipamentos para que exista apenas o esforço e o consumo necessário.

É como um carro, é sempre bom ir trocando, até para manter o valor de mercado e você conseguir recuperar um pouco do dinheiro investido. Claro que, um ar-condicionado precisa ser instalado e desinstalado toda vez, e isso custa dinheiro. Mas com um intervalo de 2, 3 ou até 4 anos entre as trocas, você mantém sempre um aparelho novo em casa, com eficiência garantida, e ainda consegue uma grana no equipamento antigo se estiver bem cuidado.

Novas funções

Junto com os avanços tecnológicos, os condicionadores de ar trazem também novas funções. Hoje não existem apenas os modelos que aquecem e os que refrigeram, existe uma série de funções para tornar o aparelho cada vez mais personalizado para cada situação, como Wi-Fi, programação de funcionamento e até os que não fazem vento – é importante saber escolher o ar-condicionado ideal para você.